top of page
  • Luis Correia

Anac autoriza retirada de aviões no aeroporto Salgado Filho


Aviões na pista do aeroporto de Porto Alegre
Foto: Rafa Neddermeyer/ Agência Brasil

No início de junho de 2024 a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) liberou a remoção de aeronaves afetadas por um alagamento na pista do aeroporto internacional Salgado Filho, em Porto Alegre. As fortes chuvas resultaram em inundações que paralisaram temporariamente as operações no aeroporto, impactando diversos voos e causando transtornos significativos para os passageiros.

O sul do Brasil enfrentou tempestades severas, que resultaram em alagamentos em várias áreas urbanas. O Aeroporto Salgado Filho, um importante hub de conexão no Brasil, foi gravemente afetado. A pista principal e as áreas de taxiamento ficaram inundadas, impossibilitando operações regulares.   

O alagamento causou a suspensão imediata de pousos e decolagens, com muitos voos sendo desviados para outros aeroportos. Aeronaves no solo ficaram imobilizadas devido ao risco de danos ao tentar taxiar em áreas alagadas. Esse cenário levou a atrasos e transtornos generalizados para os passageiros.   

A Anac realizou uma avaliação rápida das condições da pista e das aeronaves afetadas. Após garantir que a remoção seria segura, a agência autorizou a retirada das aeronaves. Esse processo envolveu uma coordenação estreita com a administração do aeroporto, companhias aéreas e equipes de emergência.   

A retirada das aeronaves seguiu um protocolo rigoroso para evitar danos adicionais e garantir a segurança de todos os envolvidos. Foram utilizados equipamentos especiais, como rebocadores de alta capacidade e barreiras de contenção, para mover as aeronaves para áreas seguras. As operações de remoção ocorreram em horários específicos para minimizar interferências com os esforços de drenagem e reparo da pista.  

Além da remoção das aeronaves, a Anac e a administração do aeroporto implementaram diversas medidas para aliviar os impactos do alagamento e prevenir futuros incidentes. Essas medidas incluíram a revisão dos sistemas de drenagem do aeroporto, a implementação de planos de contingência para tempestades severas e a melhoria da comunicação com os passageiros durante emergências.

A resposta eficiente da Anac ao alagamento destaca a importância de ter planos de contingência robustos e a capacidade de coordenação rápida entre diversas entidades. Embora o incidente tenha causado interrupções significativas, as ações tomadas permitiram a retomada segura das operações, minimizando o impacto a longo prazo para passageiros e para a infraestrutura aeroportuária. 

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page